Logo Loading

Beto e Arlinda

Autor: Pedro da Fonseca

Edição de: J. A. Marcos Serra

(Downloads - 407)

PDF
Partilhar

Meet The Author

Beto é miúdo inteligente, nascido em família pobre, ligada à igreja, em aldeia serrana.

Como tantos outros, naquele tempo, é enviado para o seminário (onde coabita com o autor de Manhã Submersa), em que tudo era proibido e pecado, com um controlo rigoroso, até durante as férias. Ambiente artificial de que não ousou libertar-se, como fez Virgílio Ferreira, por limitações familiares, sociais e de antevisão.

Culmina esta fase com um «sim» ingénuo (patente nalguns poemas e outros trechos), e, logo depois, é lançado na vida real.

A descoberta deste mundo novo desencadeia o aparecimento da angústia e o início da revolta, pelo ludíbrio, mas contida por pressões morais interiores, familiares, sociais, legais.

Os caminhos da vida cruzam-se com os de Arlinda. Acontece um amor devotado e correspondido. Os diários, que já usava escrever, focam-se agora no inferno consubstanciado em amar, ser amado, julgar-se com direito a realizar plenamente essa afeição, na construção de uma família, como crê dever ser, mas impossibilitado pelos votos assumidos, que não ousa quebrar, por princípios próprios e pelo amor à mãe, que não perdoaria nunca a renúncia, esperando veementemente que a Igreja defina o celibato como opcional.

O sentimento e a razão digladiam-se, segundo após segundo, exacerbando a paixão, sempre sujeita aos ditames de consciência e limitações reais, que obrigam a uma clandestinidade aviltante e doentia, num sentido real do termo. E, sempre presentes, as regras eclesiásticas, o amor filial, a família da sua amada, a sociedade em terra pequena, a acusação pública omnipresente. Um desespero que o atira, algumas vezes, ao limite entre a vida e a morte.

A mãe acaba por falecer: dor insana a que se junta um desalento aniquilador, quando Arlinda é desviada pela família, para longe, numa forma de clausura determinante.

Vencido e humilhado, acaba com uma oração sentida a Deus.

Se ousa descobrir o mais fundo da alma humana, calcada por condições extremas, exposta com honestidade e dor, a leitura de Beto e Arlinda é para si.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Beto e Arlinda”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *