Logo Loading

A Bibliotrónica Portuguesa acolhe, a partir de hoje, a reedição da tradução portuguesa de A Preparação do Actor de Konstantin Stanislavsky, um livro ainda fundamental na preparação de atores.

Os editores deste livrónico, dirigido a todos os que gostam de teatro ou têm nesta arte a sua profissão, oferecem o seguinte enquadramento da obra:

Konstantin Stanislavsky nasceu em Moscovo a 5 de janeiro de 1863. Foi ator, encenador, professor e escritor de grande relevância, nos séculos XIX e XX. Fundou, em 1897, juntamente com Vladimir Danchenko, o Teatro Popular de Arte que mais tarde se tornou no Teatro de Arte de Moscovo e que dirigiu durante cerca de 40 anos. A obra deste autor está intimamente ligada à do escritor e dramaturgo russo Anton Tchekov, cujas peças foram encenadas e apresentadas pela companhia de Stanislavsky. No final da vida, dedicou-se sobretudo à escrita, e ao ensino e desenvolvimento do seu método de representação teatral. Morreu a 7 de agosto de 1938, em Moscovo.

Em 1929, Elizabeth Hapgood, estudiosa americana de literatura russa, e o marido Norman Hapgood, crítico de teatro, tentaram convencer Stanislavsky a escrever e publicar uma obra onde sintetizasse a sua experiência no teatro. Deste desafio, resultou o primeiro volume de uma trilogia: A Preparação do Actor, A Construção da Personagem e A Criação de um Papel. A Preparação do Actor foi inicialmente traduzido por Elizabeth e publicado em inglês em 1939 pela Theatre Arts Books, dois anos antes de ser publicado na Rússia. A obra dá conta, a atores e aspirantes, da visão de um ator e encenador experiente sobre a forma de levar à prática a teoria subjacente ao famoso método Stanislavsky. Trata-se, portanto, de um guia que pretende orientar o desenvolvimento da representação teatral.

Devemos um sentido agradecimento à voluntária Marília Andrade que, com grande dedicação, rigor e generosidade, fez a revisão desta reedição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *