Logo Loading

A Bibliotrónica Portuguesa acaba de acolher, na secção de Reedições, mais um livro que ainda não se encontra em domínio público. Linhas Entre Nós, de J. A. Marcos Serra, é uma coletânea de contos e poemas, a que o autor acrescentou um capítulo sobre toponímia e um glossário de regionalismos (Manteigas, Serra da Estrela).

Além do interesse narrativo, poético e linguístico deste livro, o domínio da língua portuguesa que o autor demonstra recomenda especialmente esta leitura a todos os que gostem de passar as férias (e não só) em boa companhia.

Dizia-se…

(não sei se com verdade se inventado)

… que tinha vindo de fora, e era de famílias ricas. Teria andado numa guerra onde viu mil barbaridades horrendas, e onde cometeu crueldades escusadas, de que se arrependeu com honestidade e dor.

(Olha que sei bem o que são umas coisas e outras, pelo que vi e fiz durante a Grande Guerra, em Angola… ainda hoje me dói cá dentro… mas vamos à história.)

A verdade é que, quando a paz chegou, ele nunca mais a conseguiu encontrar e viver com ela, e achou que devia penitenciar-se, durante o resto da sua vida, pelos males que tinha feito.

Foi então que veio para aí.

Escolheu um lugar em plena serra, no sítio onde se ergue a capela vetusta de São Lourenço.

One Comment

  1. Poderia dizer tantas coisas (ou pelos menos algumas, as que sei eu, ou acho que sei) sobre este livro e sobre este autor, mas vou dizer apenas uma frase: Vale a pena ler!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *